Coleta seletiva deverá atender 100% de Taubaté a partir de junho
25.04.2017

Redação / Gazeta de Taubaté
redacao@gazetadetaubate.com.br

Quando entrar em operação, no dia 1º de junho, a coleta seletiva irá abranger 100% do território taubateano.

Essa foi a promessa feita nessa terça-feira, durante evento para apresentação dos detalhes do serviço, que será executado pelo consórcio Eco Taubaté.

Inicialmente, o serviço contará com oito equipes (16 garis e oito motoristas) e quatro caminhões, sendo dois compactadores e dois baús. Serão distribuídos 500 contêineres em diversos pontos da cidade.

Bairros da região central terão coleta seletiva duas vezes por semana. Os demais, uma vez. Em junho de 2018, após um ano, o serviço deverá ser reforçado.

“100% do resíduo reciclável vai ser coletado? Depende das pessoas. Se as pessoas não comprarem a ideia, será muito difícil”, disse o prefeito Ortiz Junior (PSDB).

“A gente vai fazer avaliações mensais de quanto desse resíduo está sendo coletado, mas a coleta vai estar disponível para a cidade toda”, completou.

EDUCAÇÃO/ Para conscientizar a população a separar o lixo corretamente, teve início nessa terça-feira um trabalho de educação ambiental.

Até outubro, uma equipe formada por uma engenheira ambiental e dez auxiliares irá percorrer a cidade para entregar material explicativo, com informações básicas sobre separação do lixo e horários de coleta.

Também será realizado trabalho educativo nas escolas municipais.

COLETA/ Atualmente, apenas 0,3% do lixo reciclável é coletado na cidade – isso é feito somente em alguns condomínios fechados.

Inicialmente, a promessa de Ortiz Junior era de que o serviço fosse ampliado por todo o município em janeiro de 2014, mas isso só vai acontecer 42 meses depois.

O serviço está previsto no edital da PPP (Parceria Público-Privada) da Limpeza.

O contrato, assinado em maio passado com a Eco Taubaté, terá duração de 30 anos e custará R$ 2,087 bilhões ao município.

O consórcio é responsável por toda a limpeza urbana do município, o que inclui desde serviços de varrição e poda, a outros como coleta, transbordo e destinação final do lixo domiciliar, limpeza de boca de lobo, capina, corte de grama, coleta de lâmpadas e pneus, e melhorias nas praças públicas.

Fonte: Gazeta de Taubaté

Link: http://gazetadetaubate.com.br/coleta-seletiva-devera-atender-100-de-taubate-a-partir-de-junho/